01 julho, 2010

Teus Olhos


Assim é minha lembrança
Tão seguros de si
Tão corajosos
Sem medo da vida

Aqueles olhos grandes
Hoje, tão reprimidos
Só me passam de relance
Há medo neles, se vê de longe

Aqueles olhos grandes
Eram tão vivos
Será que aquela criança perdeu o brilho deles?
Ou será outra criança?

( Amanda Lopes )

5 comentários:

renato disse...

Acho que a resposta da pergunta final seria nem um nem outro , e sim soh a evolução de uma criança para algo mais maduro para a vida

gostei do blog EMINHA

bjos

Eduardo Andrade disse...

):

Josi Bellaver disse...

Ooi adorei a postagem, ja disse e repito, adoro ler o q vc escreve!
E concordo com o Renato xD
Pelo menos foi o q eu entendi..
Beijos, fica com Deus!
E obrigada pela visita la ^^

Clarice Ferreira disse...

ADOREI SEU ESTILO DE ESCREVER, PARECE QUE VEM DA ALMA MESMO.
MEIO PERSÉFONE, NÃO?
AMEI, BJKS

Michele Peixoto disse...

"Os olhos são fontes onde as verdades nascem" (Michele Peixoto)
www.michelepoetando.blogspot.com
Abraços, lindos poemas