05 julho, 2010


Minha alma está morta
Petrificada em solidão
Juraste-me que ficaria
Esperei sempre em vão

Morta continuará
Não há mais salvação
De amor ela morreu
Junto com meu coração

Morte veio me libertar
Desse grande mal
Que é amar

Não deve renascer
Seu destino está selado
Será sempre sofrer.


( Amanda Lopes )

Um comentário:

Eduardo Andrade disse...

amor maior do mundo *.*